O Sacerdote

Vamos primeiramente tomar o conceito bíblico sobre sacerdote: “Todo sumo sacerdote é constituído para apresentar ofertas e sacrifícios…” Hb 8:3.

Apesar do verso acima se referir ao sumo sacerdote, penso ser o conceito mais diretamente simples das escrituras sobre o oficio dos sacerdotes. Apresentar ofertas e sacrifícios (de animais na antiga aliança, mas a nós mesmos na nova. Rm 12:1) a Deus.

Outro conceito sobre o oficio dos sacerdotes está em Malaquias 2:8 “Porque os lábios do sacerdote devem guardar o conhecimento, e da sua boca devem os homens buscar a lei porque ele é o mensageiro do Senhor dos Exércitos.” De modo q o primeiro é o oficio de baixo (do homem) para cima (para Deus), já o segundo é de cima para baixo.

Agora vamos olhar a história sobre os sacerdotes:

Muitos acham q o sacerdote é uma instituição da lei de Moisés, mas ainda q Moisés tenha estabelecido sacerdotes pela lei, não foram os primeiros da história. De fato o primeiro sacerdote registrado pelas escrituras é o famoso Melquisedeque, do qual não irei falar nesse post apesar da sua importância. A bíblia conta ainda de sacerdotes egípcios, q obviamente exerciam o sacerdócio diante dos deuses dos egípcios, e outros. E mesmo se pensarmos no oficio do sacerdote podemos ver q tanto Caim como Abel fizeram pelo menos a primeira parte, ainda q não fossem chamados como tal.

A questão peculiar sobre o sacerdócio por Moisés é q ainda antes q houvesse a lei escrita, Deus ordenou Moisés dizer ao povo: “Agora, se me obedecerem fielmente e guardarem a minha aliança, vocês serão o meu tesouro pessoal dentre todas as nações. Embora toda a terra seja minha, vocês serão para mim um reino de sacerdotes e uma nação santa.” Ex 19:5-6a. Aqui vemos o propósito de Deus desde o início de estabelecer Seu reino sobre este mundo. Para isso Deus estava trabalhando para obter não somente indivíduos como sacerdotes, mas ampliando para uma nação inteira. O desejo do Seu coração verdadeiramente foi q todos os hebreus, israelitas, exercessem o oficio de sacerdote diante dEle. Mas infelizmente não foi o q aconteceu; devidamente pq Deus estabeleceu uma condição “…SE me obedecerem fielmente e guardarem a minha aliança…” Esse é o caminho para o oficio do sacerdócio, mas muitos tropeçaram. Sabemos q de toda a nação, de milhares de famílias, uma única, a de Arão, foi separada e permitida de exercer o sacerdócio na presença e na casa de Deus.

Ainda q no antigo testamento, possa não parecer claramente q a vontade de Deus seja que todo o povo ministre/sirva como sacerdotes diante dEle, no novo testamento, pela nova aliança q nos foi concedida em Jesus é claro. Por um lado a questão do sacerdócio como lei foi abolida, mas por outro lado a realidade e o significado espiritual do mesmo permanecem. Nos é dito nos evangelhos, q quando Jesus foi crucificado e entregou o seu espírito, o véu do templo rasgou-se de alto a baixo. O autor de Hebreus interpreta o q seria a realidade disso: “Tendo, pois, irmãos, ousadia para entrar no santuário, pelo sangue de Jesus, pelo novo e vivo caminho que ele nos consagrou, pelo véu, isto é, pela sua carne…” Hb 10:19-20. De maneira q o rasgar do véu mostra q o acesso a presença de Deus no santuário, q é a casa de Deus, q segundo a lei era restrito aos sacerdotes, agora esta liberado para qualquer um dos crentes em Cristo(o Ungido) Jesus. Qualquer um q tenha fé em Jesus é apto então para se achegar ao verdadeiro santuário do céu, o qual o da terra, segundo a lei, era figura. O verdadeiro santuário é o corpo do Ungido, o “lugar” onde Deus verdadeiramente habita. Isso é maravilhoso! O acesso a presença do ser mais sublime, santo e perfeito tem sido concedido a homens simples, pequenos e perdidos por causa da obra da redenção.

Apesar disso parece haver em nossos dias uma “classe” especial a qual muitos chamam de sacerdotes ou dizem ser vocacionados ao sacerdócio. São chamados de pastores(as), bispos(as), padres(=pais), reverendos, mestres, apóstolos, lideres, etc, (ainda q mesmo tais nomeações sejam proibidas por Jesus Mt 23:7-12) diferenciando-se assim dos demais irmãos e negando ou no mínimo obscurecendo a graça q Jesus conquistou a todos os crentes, de serem um reino de sacerdotes diante dEle.

Apesar de toda a maravilhosa graça de Deus, ainda permanece a condição da fé para entrar em Sua presença. É preciso crer q o Filho de Deus comprou a nós o acesso a presença do Pai. E assim, como está escrito: “…aproximemo-nos de Deus com um coração sincero e com plena certeza de fé, tendo os corações purificados de uma consciência má e tendo os nossos corpos lavados com água pura (nota: palavra inspirada pelo Espírito Santo). Retenhamos firmes a confissão da nossa esperança; porque fiel é o que prometeu.” Hb 10:22-23. Dessa forma, é verdadeiro q ainda q o acesso esteja liberado a todos, nem todos estão usufruindo dessa incomensurável graça. Precisamos entender q tamanha graça carrega consigo grande responsabilidade e por isso um terrível juízo com os q são negligentes diante dela (ler o capítulo 10 de Hebreus por inteiro para compreender os juízos envolvidos relativos a negligência à graça oferecida).

Ninguém pode exercer o seu sacerdócio em seu lugar, essa é uma responsabilidade inteiramente sua; e cada um responderá individualmente por seu trabalho diante de Cristo. Não permita q ninguém se interponha entre vc e Deus, de fato Ele é acessível a todos homens por meio de Seu Filho. Verdadeiramente Ele disse q habita com o “contrito e humilde de espírito”, essa é verdadeiramente a Sua casa, aos menores do rebanho Ele certamente exaltará! Não almeje posições carnais e humanas, não permita aos homens colocá-lo em qualquer “lugar” q o diferencie dentre os irmãos. Estou certo de q o Senhor odeia tais ‘obras’. Que Deus nos conceda Sua graça; como estou certo de q o fará; para não sermos achados negligentes diante dela e amemos mais a Sua glória do q a dos homens.

No amor de Jesus, o Ungido do Pai.

Um servo Dele.

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s